Os 17 mais importantes Vikings em 2017: Nº 6, Dalvin Cook

 

 

Para contar os dias até os calouros dos Vikings, os quarterbacks e os veteranos selecionados se reportarem a Mankato em 23 de julho, vamos revelar nosso ranking dos 17 jogadores mais importantes do Vikings para a temporada de 2017.

 

Esta lista, criada por Matt Vensel e Andrew Krammer, não é um ranking dos melhores jogadores do time, talento com certeza é um dos fatores. É um ranking dos jogadores que terão, já na próxima temporada, um grande impacto para o time, seja para 2017 ou para o futuro.

 

Na 6ª posição de nossa lista, o RB Dalvin Cook.

 

—————

 

Sam Bradford é um impressionante atleta completo. Além de ser um bom quarterback, Bradford foi colega de time de Blake Griffin em AAU Basketball, uma estrela do Hockey quando criança e um jogador de golfe amador.

 

Apesar disso tudo, ele não é alguém que você irá temer correndo 100 jardas.

 

Quando você entra no site Pro Football Reference e procura pela corrida mais longa dos Vikings na última temporada, os RB’s reunidos conseguiram apenas 3 corridas com mais jardas do que o scramble de 24 jardas de Bradford na semana 17.

 

Desejando jogadas explosivas no ataque, os Vikings trocaram escolhas no Draft para selecionar Dalvin Cook na segunda rodada, o jogador que foi selecionado 2 vezes All-American que correu livre em jogadas de mais de 50 jardas 10 vezes durante sua carreira em Florida State.Estas “rodas” fizeram a cabeça de muita gente no segundo dia de minicamp, do mês passado, quando Cook se livrou e correu solto pelo lado direito do campo, onde não pode ser alcançado pelo CB Xavier Rhodes (que possui marca de 4.40 em arranques de 40 jardas).

 

Claro que os Vikings veem mais em Cook do que simplesmente velocidade. Eles esperaram pela chance de escolher Cook, que saiu do primeiro dia de escolhas por preocupações com seu caráter, visando um jogador mais versátil do que o futuro Hall da Fama Adrian Peterson.

 

Cook pode correr saindo da formação shotgun, o que é um pré-requisito nos dias atuais de NFL. Ele é uma legitima ameaça como recebedor, algo que mesmo com sua imensa habilidade física, Peterson nunca foi capaz de ser. E eles esperam que treinando Cook ele possa ser confiável na proteção de passes, tornando-o um verdadeiro RB para todas as descidas.

 

Os Vikings, que assinaram Latavius Murray sob um contrato de 3 anos, $15 milhões na janela de transferências, e ainda possui Jerick McKinnon no elenco, podem não usar Cook como um jogador de 300 toques na bola como calouro (porém não descartem esta hipótese).

 

Mas quando eles dão a bola para o RB de 1,80, 97kgs, ele será uma ameaça para abrir espaços e grandes ganhos, algo que em 2016 foi pouco e longe do desejável entre McKinnon, Asiata e o ataque como um todo.

Compartilhar no Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

MVP – Minnesota Vikings Podcast 055 – Vikings NFL Draft 2019

02.05.2019

1/5
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Vikings FA é um site sobre o Minnesota Vikings em português sem qualquer vínculo com o time da NFL. Toda informação contida no site é de responsabilidade do criador deste ou, quando traduzido, do autor de determinado texto e não reflete qualquer opinião do Minnesota Vikings, da NFL, ou qualquer outro time da liga.

© 2017-2019 por VikingsFA.