Os 17 mais importantes Vikings em 2017: Nº 2, Riley Reiff

 

Para contar os dias até os calouros dos Vikings, os quarterbacks e os veteranos selecionados se reportarem a Mankato em 23 de julho, vamos revelar nosso ranking dos 17 jogadores mais importantes do Vikings para a temporada de 2017.

 

Esta lista, criada por Matt Vensel e Andrew Krammer, não é um ranking dos melhores jogadores do time, talento com certeza é um dos fatores. É um ranking dos jogadores que terão, já na próxima temporada, um grande impacto para o time, seja para 2017 ou para o futuro.

 

Na 2ª posição de nossa lista, o LT Riley Reiff.

 

—————

 

Sim, colocamos ambos Riley Reiff e seu parceiro da janela de transferências Mike Remmers entre os top 3 de nossa lista, dos mais importantes Vikings em 2017.


Mas se você pensar que colocar o par de OT’s a frente de, por exemplo, o jovem promissor Danielle Hunter ou os Pro Bowlers defensores Harrison Smith e Xavier Rhodes, é errado, vale lembrá-los que T.J. Clemmings, Jeremiah Sirles e Jake Long, todos começaram vários jogos na posição de OT em 2016.
Eu poderia mencionar os pontos baixos de Clemmings ou o sack que Sirles levou imediatamente após sair do banco em Washington, mas isso seria muito cruel com todos os envolvidos, incluindo você, nosso leal leitor.


Os Vikings obviamente não querem ter esta experiencia novamente, por este motivo dedicaram quase $100 milhões em salário não garantido para Reiff e Remmers nos dois primeiros dias da janela de transferência de março. Reiff, claro, é o maior salário, com quase $60 milhões ao longo de 5 anos.
Nas 5 temporadas em Detroit, Reiff não foi um OT de calibre de Pro Bowl, mas provou ser confiável, jogando em 77 dos 80 jogos possíveis. Nos Vikings, ele jogará na posição de LT, a qual jogou de 2012 a 2015.


O técnico Mike Zimmer reconheceu publicamente que Reiff tem suas limitações para bloqueios de jogadas aéreas (disse o mesmo de Remmers) e é melhor jogador para o jogo corrido. Mas ele acredita que Reiff trará tanto fisicalidade como força mental para uma linha que Zimmer chamou de “suave” na temporada passada.


Mesmo Reiff sendo mediano nesta temporada, isso será uma grande melhora do que os Vikings tiveram no ano passado, quando tiveram que alinhar Long e Clemmings como LT após Matt Kalil ter sido incluído na lista de machucados em setembro.


Impossibilitados de manter as extremidades da linha na temporada passada, os Vikings enviaram uma grande porcentagem das corridas atrás dos C’s e OG’s. A falta de versatilidade do jogo corrido resultou em pobres bloqueios que levaram os Vikings e seus RB’s a pior marca da franquia em jardas por corrida.


E com seus OT’s, particularmente Clemmings, sendo vencidos tão rapidamente na proteção para passes, os Vikings se viram forçados a confiar no ataque de passes rápidos, que ajudaram o QB Sam Bradford a bater o recorde da NFL de percentual de passes completados, mas impuseram pouco temor as secundárias adversárias.


Se Reiff (e Remmers no lado direito) conseguirem abrir buracos para o jogo corrido e usualmente dar a Bradford mais do que alguns segundos para lançar, os Vikings, com Bradford e o veloz calouro Dalvin Cook saindo de trás, aliado aos recebedores Stefon Diggs e Adam Thielen nas laterais, terão uma chance de montar um competente ataque pela primeira vez na era Zimmer.

Compartilhar no Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

MVP – Minnesota Vikings Podcast 055 – Vikings NFL Draft 2019

02.05.2019

1/5
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Vikings FA é um site sobre o Minnesota Vikings em português sem qualquer vínculo com o time da NFL. Toda informação contida no site é de responsabilidade do criador deste ou, quando traduzido, do autor de determinado texto e não reflete qualquer opinião do Minnesota Vikings, da NFL, ou qualquer outro time da liga.

© 2017-2019 por VikingsFA.