Relatório: Jogo 1 Pré-Temporada – Vikings 17 x 10 Bills

 

 

Depois de vários meses sem NFL, tivemos a alegria de encher os olhos com as trincheiras repletas de jogadores de linha ofensiva e defensiva, campo cheio de pads e capacetes roxos e brancos, para o primeiro snap da temporada 2017 dos Vikings. Após longos meses de intertemporada, Free Agency, Draft, Training Camp, várias caras novas para os torcedores do time, muitas mudanças no esquema tático, no elenco, enfim, iniciamos um novo ciclo de futebol americano do Minnesota Vikings.

 

Algumas coisas parecem não ter mudado muito no time, defesa dando conta do recado, ataque não anotando muitos pontos, as Blitz da defesa que são marca registrada de Mike Zimmer, sacks em Bradford com o primeiro time em campo, um jogo morno, sem muitas jogadas explosivas, mas com ótimas referencias para o que os Vikings podem e devem esperar em 2017.

 

Quem se deu bem no primeiro jogo de pré-temporada, quem não conseguiu aproveitar muito de sua oportunidade, o que podemos esperar nas próximas semanas para ajuste do time, seguiremos abaixo com o nosso primeiro Relatório VikingsFA.

 

Relatório VikingsFA: Jogo 1 Pré-Temporada – Vikings 17 x 10 Bills

 

Pontuação do jogo:

 

1o. Quarto

2o. Quarto

 

BUF    FG       S.Hauschka 42 jardas. Field Goal (2:46)

MIN    FG       K.Forbath 36 jardas. Field Goal (5:47)

 

3o. Quarto

 

MIN    TD       C.Ham 2 jardas, corrida (M.Koehn ponto extra) (3:26)

MIN    TD       R.Adams 2 jardas passe de T.Heinicke (K.Forbath ponto extra) (7:28)

 

4o. Quarto

 

BUF    TD       D.Lewis 1 jarda, passe de N.Peterman (A.Rehkow ponto extra) (6:01)

 

BOAS NOTICIAS:

 

Ben Gedeon / Eric Wilson: Ambos LB’s fizeram suas estreias com os Vikings e foram bem em campo. Wilson liderou o time com 6 tackles (4 solos e 2 assist), defletou 2 passes sendo um deles quase uma interceptação. Gedeon também foi bem com 5 tackles (4 solos e 1 assist) e mostrou ótimo posicionamento em campo, parando jogadas chaves para conversões de primeira descida.

 

Dalvin Cook: Mesmo com uma pequena amostra (2 drives apenas do ataque titular), Cook mostrou bons movimentos em corridas quando com espaço e habilidade recebendo passes. Números não muito expressivos, comum de pré-temporada, mas esperanças aos torcedores do time de melhores jogadas da posição de RB.

 

Stacy Coley / Rodney Adams: Boas jogadas e bons números para os calouros WR’s do time. Adams (apesar de seu erro sofrível no Punt, que quase culminou em turnover) teve seu primeiro TD na NFL e mostrou-se solido nos retornos de Kickoff. Coley teve ótimas recepções chave (como a da linha de 2 jardas, que antecedeu o TD de Ham) e a que seria mais longa do jogo, se não fosse a penalidade de Floyd na jogada.

 

Time de especialistas: Com exceção do punt recebido (ou não recebido) de Adams, o time de especialistas foi bastante sólido. Bons chutes de Kickoff, bons punts, bons retornos. Deveremos ter mais rotações entre os chutadores (Kickers e Punters) para definição de quem serão os jogadores do time, além de mais chances aos novatos para a briga de retornador.

 

NOTICIAS NÃO TÃO BOAS ASSIM:

 

Linha Ofensiva titular: Nos primeiros snaps do ataque dos Vikings, tivemos uma sensação de Déjà vu e vimos o que lembrava ser a linha de 2016 do time. Sem apedrejar os envolvidos, mas 2 sacks foram cedidos em menos de 8 minutos de jogo e para um time que tem focado e muito neste quesito, esperava-se mais já no início do jogo. (OK, Riley Reiff não jogou, mas assusta em sua primeira apresentação, o time já apresentar “erros” tão comentados no passado).

 

Grupo de TE’s: ZERO é o número de passes completados para TE’s no jogo. Não tivemos jogadas com TE’s recebendo bolas, envolvidos no jogo aéreo como tanto se treinou e falou no Training Camp. Taxativamente foi falado no novo ataque de Pat Shurmur, passes rápidos, TE’s recebendo muitas bolas, cogita-se levar 4 TE’s para o elenco final do time e não tivemos nada no primeiro jogo inteiro. Esperamos que estas armas estejam escondidas, camufladas para a temporada regular, mas o gostinho de “cadê o jogo aéreo com nossos grandes alvos” não foi saciado nenhuma vez nesse jogo.

 

Defesa contra o jogo corrido: Nada contra o Mike Tolbert, mas quando um cara do porte dele consegue correr 15 jardas no meio da defesa algo de errado está acontecendo. Os Bills anotaram 127 jardas terrestres contra os Vikings, 5,3 jardas por corrida, é uma média de patamar médio/ruim para defesas da NFL. Com nossos novos milionários neste lado da linha, esperamos uma defesa mais consistente e dura contra os times adversários.

 

Pontos por jogo: Mike Zimmer deixou bem claro sua insatisfação com o time após o jogo, quando disse “Não vi muita coisa que tenha gostado, para ser bem honesto com você”. “Esperava pegarmos a bola e marcar pontos, não fizemos isso”. Sam Bradford também comentou sobre “Nosso objetivo é ir lá e marcar pontos, coisa que nós não conseguimos”. “Iremos voltar e analisar as coisas que deram errado pra nós, como podemos melhorar” acrescentou o QB.

 

DESTAQUE DA RODADA:

 

DE Tashan Bower: O calouro undrafted tem aproveitado cada segundo que lhe foi dado desde sua chegada no time. Apresentou bom desempenho no Training Camp e ontem mostrou para o que veio (OK, participando com o terceiro time). Ele conseguiu anotar 1 sack, 2 chegadas no QB, um passe defletado, além de 2 tackles. Sem criar muitas expectativas ainda, o garoto batalha por um lugar no elenco final do time, mas todos os seus desempenhos têm sido favoráveis para isso. Continuaremos de olho.

Compartilhar no Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

MVP – Minnesota Vikings Podcast 055 – Vikings NFL Draft 2019

02.05.2019

1/5
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Vikings FA é um site sobre o Minnesota Vikings em português sem qualquer vínculo com o time da NFL. Toda informação contida no site é de responsabilidade do criador deste ou, quando traduzido, do autor de determinado texto e não reflete qualquer opinião do Minnesota Vikings, da NFL, ou qualquer outro time da liga.

© 2017-2019 por VikingsFA.