Potenciais casualidades de teto salarial dos Vikings?

Os Vikings parecem ter competições saudáveis em várias posições neste Training Camp. Eles também têm estado ocupados assinando grandes contratos com seus principais jogadores. E com $20+ milhões de salário para QB no horizonte, de uma forma ou de outra, com outros jogadores chaves terminando seus contratos de calouro nos próximos anos, como Anthony Barr, Eric Kendricks, Trae Waynes e Danielle Hunter, nomeando alguns apenas, os Vikings precisarão ser mais cautelosos com a situação do teto salarial por vir. 


Isso poderá impactar na disputa de algumas posições quando a lista final sair no início de setembro. Abaixo alguns jogadores que o “teto salarial” poderá ser um fator para decisão de mantê-los ou não neste ano.


Emmanuel Lamur, LB


Lamur disputa com Ben Gedeon e Edmond Robinson, ambos com salário próximo dos $600 mil neste ano. Lamur tem $2,75 milhões de impacto no teto salarial do time em seu último ano de contrato e nenhum “dinheiro morto” (Nota VikingsFA, dinheiro morto ou dead cap, significa o valor de “multa” que contará no próximo teto salarial do time, caso um jogador seja dispensado de seu contrato antes do termino). Você pagaria $2 milhões por um cara mais velho, que neste ponto, não parece ser muito melhor, talvez pior, do que Gedeon e Robinson? Esta talvez seja uma difícil posição de seguir com Lamur, especialmente com ambos Robinson e Gedeon treinando bem no Training Camp e na pré-temporada.


Datone Jones, DT


Quando Jones foi adquirido nesta intertemporada, ele parecia se encaixar bem na posição de técnica 3. Até agora, ele parece desapontar – precisando talvez de mais tempo do que o esperado para reaprender a posição no interior da linha que ele jogava na faculdade. Ainda há tempo para que ele faça por merecer sua posição, mas Jones também carrega um peso no teto salarial de $3,7 milhões, com $1,6 milhões de “dinheiro morto” em seu 1 ano de contrato. Cortando Jones, se ele não conseguir se distinguir dos demais, salvaria mais de $2 milhões ao teto do time.


Tom Johnson, DT


TJ está posicionado acima dos demais no elenco de DT’s, mas continua tendo problemas com a defesa corrida desde que iniciou na liga. Completando 33 anos neste mês, não parece que ele deverá mudar. Seu peso de $2,35 milhões no teto salarial, sem “dinheiro morto”, neste último ano de contrato pode pesar na decisão de manter seus serviços. Especialmente se um ou mais jovens do grupo puderem provar que podem fazer melhor e/ou tiverem mais potencial a longo prazo.


Shamar Stephen, NT


Stephen é outro defensor do interior da linha que tem desapontado desde sua chegada nos Vikings. Seu peso de $1,8 milhões no teto, com apenas $16 mil de “dinheiro morto” neste último ano de contrato, também podem pesar na decisão de mantê-lo. Jaleel Johnson teve relativamente um bom jogo em Buffalo e com o número de jogadores que os Vikings adquiriram para alavancar sua linha defensiva, as cartas podem estar lançadas para Stephen, que tem tido nada além de péssimas notas do PFF desde entrou na liga.


Ryan Quigley, P


Enquanto o peso salarial de Quigley $775 mil parece pouco para a discussão em termos de NFL, a competição de Punter está bem acirrada e Taylor Symmank é $310 mil mais barato.


Resumindo


Enquanto o salário não tem precedentes sobre a performance em campo para estes jogadores, em disputas apertadas isso pode ser um fator importante. Se os Vikings acharem que podem ter performances iguais ou melhores nestas posições, enquanto cortando estes jogadores, isso salvaria cerca de $9 milhões em teto salarial neste ano – o que permitiria ao time de manter mais um jogador top, chave, por outro ano.


Próximo ano também!


No próximo ano os Vikings também deverão ter outros veteranos cujo teto salarial poderão vir a jogo. Alguns nomes abaixo:


Alex Boone, LG


Boone não terá “dinheiro morto” no próximo ano e seu peso contra o teto é de $6,7 milhões. Boone tem tido uma das melhores performances de linha ofensiva, então ele deva valer este salário, mas se um jogador mais jovem puder dar conta do recado e seu desempenho cair, ele poderá estar em risco. Nada provável neste ponto, mas é algo a se pensar para o futuro.


Andrew Sendejo, S


Sendejo também carrega zero de “dinheiro morto” para o próximo ano e $3 milhões contra o teto, então se um jogador mais jovem puder se encaixar como Safety, os Vikings poderão salvar uma boa quantia nesta posição também.


Latavius Murray, RB


O contrato de Murray foi estruturado para permitir aos Vikings uma saída precoce, se eles optarem por isso. Seu peso contra o teto será de $6,35 milhões no próximo ano, com apenas $1,2 milhões de “dinheiro morto” se optarem por corta-lo. Jerick McKinnon também está em seu último ano de contrato. Isso parece que assinando com Murray antes do Draft, os Vikings queriam uma reposição sólida a saída de Adrian Peterson, que pudesse se encaixar no ataque de Pat Shurmur. Mas agora com Dalvin Cook se encaminhando para ser o titular, Murray parece ser um caro reserva. Pode ser que os Vikings optem por manter McKinnon em vez disso e escolher outro calouro ou outro jogador disponível para o seu corpo de RB’s no próximo ano.


Observação de rodapé


Na “não por muito tempo” NFL, os jogadores precisam continuar merecendo suas posições e especialmente nos Vikings, o teto salarial será uma enorme consideração já que o time continua a “prender” seus principais jogadores com grandes salários. Isto os forçará a tomar algumas decisões de como administrarão seu teto salarial neste ano e no futuro, começando isso em algumas poucas semanas.

Compartilhar no Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

MVP – Minnesota Vikings Podcast 055 – Vikings NFL Draft 2019

02.05.2019

1/5
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Vikings FA é um site sobre o Minnesota Vikings em português sem qualquer vínculo com o time da NFL. Toda informação contida no site é de responsabilidade do criador deste ou, quando traduzido, do autor de determinado texto e não reflete qualquer opinião do Minnesota Vikings, da NFL, ou qualquer outro time da liga.

© 2017-2019 por VikingsFA.