Sem mais calouros “penando”? Vikings está na linha para uma boa safra em 2017

 

Os Vikings todos os anos nomeia o Calouro do ano no banquete de premiação do Minnesota Football.
Isto é, até o ano passado. Nenhum calouro dos Vikings fez muito em 2016, então nenhuma premiação foi concedida.


Conte com essa mudança, no entanto, em 2017. Parece que os Vikings terão vários calouros TOP, apesar de não terem uma seleção de primeira rodada. 


Três deles poderão ser titulares. O jogador de segunda rodada Dalvin Cook é praticamente uma certeza para jogar como RB no jogo de abertura contra New Orleans dia 11/set. O C Pat Elflein, escolha de terceira rodada, e o WLB Ben Gedeon, escolha de quarta rodada, também podem acabar sendo listados lá.


Com a quinta escolha Rodney Adams e a sétima escolha Stacy Coley na briga, o retornador de Kickoff de Minnesota também poderá ser um calouro. O mesmo para o P, com o agente livre Taylor Symmank batalhando com o veterano Ryan Quigley.


Enquanto Marshall Koehn não é tecnicamente um calouro, já que ele participou do Traning Camp de Miami no ano passado, ele nunca jogou uma partida de temporada regular, e também está tentando destronar o incumbente Kai Forbath.


“Eles têm sido ótimos, ” disse o TE Kyle Rudolph sobre os calouros. “Eles chegaram e tem trabalhado duro. Eles têm pegado os ensinamentos. ”


Mais um bom número de outros calouros poderão contribuir. O DT Jaleel Johnson, escolha de quarta rodada, foi listado pelo PFF como o melhor jogador no segundo jogo de pré-temporada em Seattle, conseguindo 2 tackles for loss. (Jogadas paradas atrás da linha inicial do ataque).


O undrafted DE Tashawn Bower teve sacks nos dois jogos de pré-temporada e está em uma ótima posição para fazer o time. O também undrafted LB Eric Wilson também tem tido uma forte pré-temporada.


O escolha de quinta rodada Danny Isidora, deverá fazer o time como OG. O TE Bucky Hodges, escolha de sexta rodada, teve 2 recepções para 54 jardas contra o Seahawks, incluindo uma de 21 jardas para o TD. E o DE Ifeadi Odenigbo, escolha de sétima rodada, mexeu com muitas ideias com a liderança em tackles no último jogo (6), incluindo um sack.


Este grupo de calouros deve parecer mais com a classe de 2015 do que a de 2016. Em 2015, os Vikings escolheram joias como o LB Erick Kendricks na segunda rodada, o DE Danielle Hunter na terceira e o WR Stefon Diggs na quinta.


A classe do ano passado, tivemos desapontamentos como o WR Laquon Treadwell, quem recebeu apenas 1 passe após ser escolhido na primeira rodada e o CB Mackensie Alexander, que penou após ter sido selecionado na segunda rodada. Pelo menos Treadwell e Alexander tem parecido mudar as coisas nesta temporada.


“Começando por Dalvin passando por todos, eu sinto que nós como classe de calouros, viemos pra cá com um propósito, ” disse Johnson sobre os novos calouros. “E isso deve melhorar todo dia. Você assiste Dalvin, ele tem.... feito suas coisas. ”


Cook, selecionado de Florida State, poderá acabar sendo o calouro mais expressivo em Minnesota. Ele mostrou suas habilidades com as mãos ao receber 4 passes para 30 jardas no primeiro jogo da pré-temporada em Buffalo e depois correu bem contra o Seahawks, com 7 jogadas para 40 jardas.


O coordenador ofensivo Pat Shurmur disse que os Vikings “tem se impressionado” com Cook, e conseguem vê-lo rapidamente fazendo um longo TD. Cook está nos conformes para ser a reposição do titular Adrian Peterson, que não voltou ao time e assinou como agente livre com New Orleans.


“Eu estou focando em fazer as coisas que tenho que fazer, ” disse Cook. “Eu irei curtir o processo e deixarei as decisões (de quem será o titular) para os técnicos. ”


Enquanto isso, Elflein batalha duro com Nick Easton pela titularidade como C. Elflein foi o escolhido contra o Seahakws e deve ter uma pequena vantagem para a posição.


Com os Vikings tendo uma defesa já estabelecida, um maior impacto dos calouros pode ser feito no ataque. Adicionando a possibilidade dos retornadores de chutes, os recebedores Adams (6 recepções em pré-temporada para 38 jardas) e Coley (5 para 84 jardas) também são candidatos para ajudar na linha de scrimmage.


“Os garotos que trouxemos este ano certamente causaram uma boa impressão, ” disse Shurmur. “Eu falarei apenas pelo ataque, certamente. ...(os calouros estão) melhorando. Este Training Camp é uma jornada, você apenas continua fazendo seu caminho, para ficar o melhor possível antes do primeiro jogo da temporada regular. ”

Compartilhar no Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

MVP – Minnesota Vikings Podcast 055 – Vikings NFL Draft 2019

02.05.2019

1/5
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Vikings FA é um site sobre o Minnesota Vikings em português sem qualquer vínculo com o time da NFL. Toda informação contida no site é de responsabilidade do criador deste ou, quando traduzido, do autor de determinado texto e não reflete qualquer opinião do Minnesota Vikings, da NFL, ou qualquer outro time da liga.

© 2017-2019 por VikingsFA.