Relatório: Jogo 3 Temporada Regular – Buccaneers 17 x 34 Vikings

 

Sem tomar posse e analisar os filmes do jogo, segue a primeira impressão desta partida e relatório do terceiro jogo de temporada regular dos Vikings.

 

Relatório VikingsFA: Jogo 3 Temporada Regular – Buccaneers 17 x 34 Vikings
 
Pontuação do jogo:

 
1o. Quarto
 
MIN   TD       D.Cook 1 jarda, corrida (K.Forbath ponto extra) (10:58)

TB      FG       N.Folk 40 jardas Field Goal (6:18)
 
2o. Quarto

 

MIN   TD       J.Wright 2 jardas, passe K.Keenum (K.Forbath ponto extra) (10:25)

MIN   TD       S.Diggs 17 jardas, passe K.Keenum (K.Forbath ponto extra) (0:47)

 
3o. Quarto


MIN   TD       S.Diggs 59 jardas, passe K.Keenum (K.Forbath ponto extra) (12:25)

TB      TD       C.Brate 15 jardas, passe J.Winston (N.Folk ponto extra) (8:47)

MIN   FG       K.Forbath 20 jardas Field Goal (2:24)

TB      TD       D.Jackson 25 jardas, passe J.Winston (N.Folk ponto extra) (0:00)


4o. Quarto

 

MIN   FG       K.Forbath 37 jardas Field Goal (8:40)


BOAS NOTÍCIAS:

 

Inicio promissor: Como exaustivamente falado em todos os previews deste jogo, os Vikings precisariam anotar pontos rápido, para não sobrecarregar Keenum e dar possibilidades do time manejar o relógio jogando com sua principal arma, sua defesa. No primeiro drive do jogo, com menos de 5:00 o time anotou 7 pontos e desenhou a história do jogo.

 

Defesa: Sem muitas novidades e surpresas, a defesa dos Vikings teve papel importantíssimo nesta vitória, com ótimas jogadas contra o jogo corrido (TB com pífias 26 jardas terrestres) e momentos chaves contra conversões de terceira descida (TB com apenas 1/6). O time anotou 3 interceptações contra James Winston e praticamente selou a vitória na metade do quarto quarto, com a interceptação de H. Smith.

 

Linha Ofensiva:  Ao contrário do que havíamos noticiado no último jogo contra Pittsbrugh, a linha ofensiva dos Vikings mostrou ser dominante no jogo inteiro, cedendo pouca pressão ao QB e nenhum sack no jogo. Além da participação na proteção a Keenum, ótimas aberturas para o jogo corrido de Cook, que chegou próximo as 100 jardas.

 

Dalvin Cook: O calouro teve o jogo de sua curta carreira como Viking, anotando 97 jardas terrestres, 72 jardas aéreas, seu primeiro TD como profissional e participando ativamente nos bloqueios contra os defensores de Tampa Bay.

 

Penalidades: Ao contrário do show de horrores que vimos na semana passada, o time foi muito mais disciplinado nesta partida, anotando apenas 5 faltas, para 53 jardas, isso é menos do que a metade do que foi cedido pelo time na partida anterior contra o Steelers.

 

Thielen/Diggs: A dupla, jogando sem seu QB titular, deu mais do que conta do recado, mandou um enorme aviso aos demais times da NFL, mostrando que os Vikings não mais dependem apenas do jogo corrido, como na década passada e precisa ser respeitado pelas secundárias adversárias. Os jogadores combinaram para 271 jardas, 2 TD's em mais um jogo de vários passes explosivos, para mais de 20 jardas.

 

Xavier Rhodes: A vitima da "rodovia fechada" (#RhodesClosed) dessa vez foi Mike Evans, que teve 67 jardas aéreas (não todas sobre a cobertura de Rhodes) e nenhum TD, frustando o prolifero WR de Tampa Bay, que despejou sua indignação no banco, chutando garrafa de água e derrubando cooler de gelo.

 

NOTÍCIAS NÃO TÃO BOAS ASSIM:

 

CB2: Mesmo com a vitória e com a defesa jogando bem, o time ainda não conseguiu encaixar uma peça unanime para a posição de CB2. Waynes e Brock, principalmente, cederam várias jardas aéreas, TD e apesar da Interceptação de Waynes, ainda não inspiram confiança como Rhodes provem na outra lateral do campo.

 

Pass Rush: A marca da defesa dos Vikings na última temporada, ainda não mostrou seu cartão de visitas neste ano. Com bastante pressão, mas poucas finalizações de jogadas, os sacks de Minnesota parecem não terem vindo para o ano de 2017. Somados os do jogo de hoje (2) o time anotou apenas 5 sacks nesta temporada, com 4 deles vindo de Everson Griffen.

 

Destaque do Jogo: 

 

Case Keenum: O QB "reserva" do time, teve a melhor partida de sua carreira como jogador da NFL. Anotou 3 passes para TD, bateu seu recorde pessoal de jardas em uma partida, 369, correu com a bola 6 vezes, anotando em 2 delas primeira descida para o time, jogou como QB titular de NFL. Contrariando opiniões, o jogador mostrou que uma semana de preparação com o time principal, é sim o que faltava para justificar sua vinda a Minnesota e liderar o time quando preciso. Mostrou boa presença de pocket, evitou bolas desesperadas, como uma das interceptações de Winston, manejou muito bem o relógio quando preciso. Não é a toa que nos vestiários, o técnico Mike Zimmer, que não costuma fazer isso, prontamente deu a bola do jogo para o QB, agradecendo pela ótima participação nesta vitória dos Vikings.

 

Lideres dos Vikings no jogo:

 

Case Keenum: 25-33 / 369 jardas

Dalvin Cook: 27 corridas / 97 jardas / 1 TD

Stefon Diggs: 8 recepções / 173 jardas / 2 TD's

Smith: 8 tackles (6 solo)

 

Compartilhar no Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

MVP – Minnesota Vikings Podcast 055 – Vikings NFL Draft 2019

02.05.2019

1/5
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Vikings FA é um site sobre o Minnesota Vikings em português sem qualquer vínculo com o time da NFL. Toda informação contida no site é de responsabilidade do criador deste ou, quando traduzido, do autor de determinado texto e não reflete qualquer opinião do Minnesota Vikings, da NFL, ou qualquer outro time da liga.

© 2017-2019 por VikingsFA.