O que fazer com os recentes relatórios sobre o retorno de Teddy Bridgewater

 

Relatórios sobre o retorno de Teddy Bridgewater estão se tornando diários.

 

De KSTP-TV’s Darren Wolfson até NFL Network Ian Rapaport na semana passada, com o relatório mais recente desta segunda-feira do Pro Football Talk, diz que Bridgewater estará “pronto para jogar” assim que estiver elegível para ser removido da PUP List. O artigo da PFT inclui ainda uma nota dizendo que os Vikings deverão ser cautelosos com Bridgewater.

 

Se o QB dos Vikings estiver fisicamente pronto para retornar aos treinos, após passar os últimos 13 meses se reabilitando de sua severa lesão no joelho, isso abrirá muitos cenários possíveis – ambos para curto e longo prazo.

 

A curto prazo, a saúde de Sam Bradford e a performance de Case Keenum podem determinar o quanto iremos ver Bridgewater realmente jogando nesta temporada.

 

O técnico dos Vikings Mike Zimmer disse novamente nesta segunda que o status de Bradford é dia-a-dia, dando nenhuma indicação de quando o titular deverá retornar de sua lesão no joelho sofrida na semana 1 contra o New Orleans Saints.

 

Os Vikings prepararam Bradford para o sucesso com seu “coordenador da vida” Pat Shurmur, uma vastamente melhorada linha ofensiva, dois dos melhores recebedores da NFL e um dinâmico RB. Uma rápida recuperação de Bradford pode eliminar qualquer chance de Bridgewater de voltar aos gramados – assumindo que Bradford esteja jogando bem e liderando o time para os playoffs.

 

Mas existem outros cenários onde Bridgewater pode acabar sendo titular.

 

Persistindo os problemas de joelho de Bradford, pode forçar Bridgewater a ação, se Case Keenum não continuar a marcar recordes em passes, como ele fez contra Tampa Bay.

 

A pergunta deverá ser: Quando Bridgewater estará apto para voltar? Como ele pode provar nos treinos que realmente está seguro para ser colocado em jogo? Será preciso 3 semanas após o retorno aos treinos? Mais?

 

E ainda existe a questão se Bridgewater estará realmente 100% para retornar. Outros QB’s retornaram de lesões severas nos joelhos, mas ou tiveram muito tempo para voltar ao mesmo nível ou nunca mais tiveram sucesso. Os Vikings devem estar preparados para qualquer situação em que eles tenham que confiar na primeira escolha do time para salvar a temporada.

 

O melhor caso para Bridgwater seria retornar na semana 17 contra os Bears com a posição nos playoffs já garantida.

 

Enquanto a solução a curto prazo é complicada, a solução a longo prazo é ainda mais complexa.

 

O Acordo Coletivo dos Jogadores da NFL é claro: O contrato de Bridgewater pode ser postergado para a próxima temporada, mantendo-o em Minnesota até 2018. Mas Bridgewater pode não gostar e procurar trabalho na janela de transferências. Levando em consideração o contrato de Mike Glennon, é razoável pensar que alguém poderia pagar muitos dólares para ter Bridgewater, mesmo com seu histórico de lesão.

 

Se Bridgewater aceitar postergar seu contrato, os Vikings podem decidir em colocar uma Franchise Tag em Bradford e ver se Bridgewater se parece com seu antigo eu no Training Camp/Pré-temporada, mas teríamos sem dúvidas uma controvérsia entre QB’s e arriscando uma divisão nos vestiários.

 

Uma sensacional temporada de Bradford pode fazer com que os Vikings travem o jogador como seu titular a longo prazo e fechando um contrato de $100 milhões mais uma troca de Bridgewater.

 

Mas Bridgewater pode ser a escolha preferida para um contrato a longo prazo entre os QB’s, se seus joelhos estiverem iguais. Ele é cinco anos mais jovem, já chegou aos playoffs liderando o time com limitações no ataque e tem uma grande relação com Zimmer.

 

Não temos como dizer qual direção a curto ou longo prazo será dada com Bridgewater, mas com os relatórios sobre seu retorno, nós sabemos que algumas respostas já estão por vir.

Compartilhar no Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

MVP – Minnesota Vikings Podcast 055 – Vikings NFL Draft 2019

02.05.2019

1/5
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Vikings FA é um site sobre o Minnesota Vikings em português sem qualquer vínculo com o time da NFL. Toda informação contida no site é de responsabilidade do criador deste ou, quando traduzido, do autor de determinado texto e não reflete qualquer opinião do Minnesota Vikings, da NFL, ou qualquer outro time da liga.

© 2017-2019 por VikingsFA.