Relatório: Jogo 15 Temporada Regular – Vikings 16 x 00 Packers

Pedimos desculpas pelo atraso e demora neste resumo. Devido as festas de Natal, acabamos tendo um contratempo e ficou apenas para esta segunda-feira a análise do que melhor aconteceu na partida contra a equipe de Green Bay. Segue o relatório do décimo quinto jogo de temporada regular dos Vikings.

 

Relatório VikingsFA: Jogo 15 Temporada Regular – Vikings 16 x 00 Packers
 
Pontuação do jogo:

 
1° Quarto
 

MIN  FG    K.Forbath 49 jardas Field Goal (08:28)

MIN  TD    S.Diggs 4 jardas, passe C.Keenum (K.Forbath ponto extra) (00:56)

 

2° Quarto


----

 

3° Quarto

 

MIN  FG    K.Forbath 20 jardas Field Goal (01:20)

 

4° Quarto

 

MIN  FG    K.Forbath 27 jardas Field Goal (02:56)

 


BOAS NOTÍCIAS:

 

Descanso na primeira semana: Mais perto do que nunca! Com a vitória sobre os Packers neste último jogo, a equipe de Minnesota se aproxima de um descanso na primeira semana de pós-temporada, fato que não acontece desde 2009 (última vez que os Vikings terminaram como um dos dois melhores times da NFC). Para que o time perca esta posição frente a conferência Nacional, uma combinação de resultados precisa acontecer (Vikings perder para os Bears, 49ers vencer os Rams, Panthers vencer os Falcons e Buccaneers vencer os Saints). Lembrando que os Vikings ainda brigam pela posição 1, porém para isso os Eagles precisam perder as duas partidas restantes e os Vikings vencer seu jogo contra os Bears na próxima semana.

 

Penalidades: Após um verdadeiro massacre de faltas na última partida contra os Bengals, o puxão de orelha do técnico Mike Zimmer surtiu efeito nesta semana. Ao todo foram apenas 2 penalidades para 10 jardas, cedidas a equipe de Green Bay. Com um jogo em temperatura abaixo de zero e em estádio descoberto, esperava-se uma partida mais física, com muito contato na linha de scrimmage e consequentemente mais penalidades como holdings e ilegal blocks, mas por parte dos Vikings, o que se viu foi uma equipe disciplinada e focada em abolir os erros cometidos na partida passada. Missão cumprida, espera-se que o time leve esta disciplina para o restante dos jogos, que poderá ser fator decisivo no final das partidas.

 

Dupla de RB's: Novamente a dupla de RB's da equipe dos Vikings merece destaque no relatório do VikingsFA. Com mais de 125 jardas combinadas, entre jogadas aéreas e terrestres, os corredores do time ajudaram a manter a defesa de Green Bay ocupada, sem prever quais seriam os esquemas ofensivos do time. Corridas curtas para primeiras descidas, passes recebidos para ganho de jardas, T-Train e The Jet tem mostrado que mesmo com a ausência de Dalvin Cook, o time segue uma ameaça com seus jogadores saindo do backfield.

 

Shutout: 24 anos de espera. Desde 1993 a equipe de Minnesota não conseguia vencer uma partida deixando o time adversário com um ZERO no placar. Esta era a terceira maior seca entre os times da NFL, que quase acabou no último jogo contra os Bengals (anotaram um TD no finalzinho do jogo). Com estas 2 excepcionais apresentações nas últimas semanas, o time dos Vikings agora é a melhor defesa na NFL cedendo jardas totais aos adversários (280,9 por jogo) e pontos por partida (16,1 por jogo). Nada melhor do que vencer um rival de divisão fora de casa, deixando um ZERO em seu placar.

 


NOTÍCIAS NÃO TÃO BOAS ASSIM:
 

Nick Easton: O maior medo da equipe de Minnesota para esta partida, resumiu-se no ocorrido com o LG Easton. O jogador sofreu uma lesão no tornozelo e precisará passar por cirurgia, que o deixará fora dos gramados por pelo menos 6-8 semanas. Logo no inicio da partida, o produto da universidade de Harvard foi atingido por outro companheiro de linha ofensiva, no termino da jogada, que resultou na lesão imediata e o fez sair de campo com auxilio de outros companheiros, sem colocar o peso na sua perna lesionada. Apesar de o elenco do time ter dado conta do recado no restante da partida, Easton era uma peça chave para a mobilidade da linha ofensiva e para o esquema de ataque dos Vikings, que deverá ser refeito para o próximo jogo contra os Bears e para o inicio da temporada de playoffs.

 

 

Destaque do Jogo: 

 

Harrison Smith: Após uma semana conturbada e desmerecedora ao All-Pro Safety Harrison Smith (não ter sido nomeado ao Pro Bowl em 2017), o produto da universidade de Notre Dame provou a todos os seus questionadores o porque sua ausência nesta nomeação é uma lástima a NFL. Smith anotou 8 tackles (sendo 3 para perda de jardas) e interceptou o QB de Green Bay 2 vezes na partida (ele nunca havia feito 2 INT em um mesmo jogo). Ao longo desta temporada, Smith tem elevado suas estatísticas como nunca feito outrora jogando na equipe. Seus números de passes desviados, interceptações já estão igualados aos seus recordes de outras temporadas, com 1 jogo ainda por jogar. Nos vestiários, muitos nomeiam o jogador como a grande estrela nesta defesa, que joga calado e comanda seus companheiros a ajustes precisos, dando inteligência a melhor defesa da NFL, na atualidade.

 

Lideres dos Vikings no jogo:

 

Case Keenum: 15-24 / 139 jardas / 1 TD
Latavius Murray: 21 corridas / 69 jardas
Stefon Diggs: 5 recepções / 60 jardas / 1 TD
Harrison Smith: 8 tackles (6 solo) / 2 INT 

 

Compartilhar no Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

MVP – Minnesota Vikings Podcast 055 – Vikings NFL Draft 2019

02.05.2019

1/5
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Vikings FA é um site sobre o Minnesota Vikings em português sem qualquer vínculo com o time da NFL. Toda informação contida no site é de responsabilidade do criador deste ou, quando traduzido, do autor de determinado texto e não reflete qualquer opinião do Minnesota Vikings, da NFL, ou qualquer outro time da liga.

© 2017-2019 por VikingsFA.