Relatório: Jogo 18, 2° Pós - Temporada – Vikings 07 x 38 Eagles

Me perdoem os torcedores e leitores do VikingsFA, mas essa semana tem sido difícil para nós apaixonados pelos Vikings. Uma derrota amarga e dura, que finaliza a temporada do time, cujo buscava entrar para a história como primeiro e único a disputar o Super Bowl em sua própria casa. Emoções a parte, segue o relatório do décimo oitavo e último jogo desta temporada empolgante e surpreendente dos Vikings.

 

Relatório VikingsFA: Jogo 18, 2° Pós - Temporada – Vikings 07 x 38 Eagles
 
Pontuação do jogo:

 
1° Quarto
 

MIN  TD   K.Rudolph 25 jardas, passe Case Keenum (K.Forbath ponto extra) (10:14)

PHI   TD   P. Robinson 50 jardas, retorno de interceptação (J.Elliott ponto extra) (06:26) 

 

2° Quarto


PHI    TD    L.Blount 11 jardas, corrida (J.Elliott ponto extra) (13:37)

PHI    TD    A.Jefferey 53 jardas, passe Nick Foles (J.Elliott ponto extra) (01:09)

PHI    FG    J.Elliott 38 jardas Field Goal (00:00)

 

3° Quarto

 

PHI    TD    T.Smith 41 jardas, passe Nick Foles (J.Elliott ponto extra) (10:05)

 

4° Quarto

 

PHI    TD    A.Jefferey 5 jardas, passe Nick Foles (J.Elliott ponto extra) (14:10)

 


BOAS NOTÍCIAS:

 

1º Drive: Os Eagles venceram a disputa de cara e coroa e optaram por iniciar defendendo, dando aos Vikings a possibilidade de anotar os primeiros pontos do jogo. Após percorrer 75 jardas com boas variações de jogadas aéreas e terrestres, os Vikings começaram a partida da melhor maneira possível, anotando seu primeiro e único touchdown no jogo.

 

NOTÍCIAS NÃO TÃO BOAS ASSIM:
 

Ao contrário das últimas versões do relatório VikingsFA, onde listávamos tópicos entre as noticias não tão boas, faremos um único tópico, dos inúmeros problemas da equipe nesta partida de domingo.
Começamos pela interceptação retornada para TD da equipe dos Eagles, onde Case Keenum lançou a bola pressionado pelo defensor da equipe de Philadelphia, tirando a força e direção de seu passe, fazendo com que a bola caísse no colo do CB adversário. Neste momento, a partida começou a tomar um novo rumo.


O ataque dos Vikings não foi mais o mesmo após esta fatídica jogada, com 2 tentativas ofensivas terminadas em “3 and out”, o momento do jogo já estava na mão dos Eagles. Jogando com uma defesa que pressionou Keenum durante toda a partida, abafando as varias jogadas que os Vikings tinham em seu playbook, forçando turnovers como as 2 interceptações e o fumble, evitando a permanência do ataque de Minnesota em campo e principalmente tirando toda a responsabilidade do seu ataque em anotar pontos para vencer esta batalha pelo título da NFC.


Falando em ataque da equipe de Philadelphia, este parecia confortável e seguro, enfrentando a “melhor defesa” da NFL de 2017 em vários aspectos. Com jogadas rápidas e corridas modestas, Nick Foles e sua poderosa linha ofensiva, lideraram seu grupo a 4 TD’s e selaram uma senhora e surpreendente (pelo placar dilatado) vitória contra a equipe dos Vikings.


Inúmeros erros defensivos, por parte da equipe de Minnesota, chamadas questionáveis durante a seleção das jogadas, jogadores rendendo muito abaixo do que vimos durante toda a temporada regular, como Smith, Rhodes, Waynes, Griffen, e o principal, a falta de competitividade, de entusiasmo, de vontade de vencer por parte da equipe dos Vikings foram preponderantes e fatais para o desagradável desfecho deste jogo.


No ataque, a narrativa não foi muito diferente, com poucas corridas (18) e mais do que o dobro de passes tentados (48), muito por conta da necessidade de buscar o placar, a equipe pouco fez, para ajudar a carregar o time que não estava em seu melhor dia neste domingo. 


As brilhantes jogadas defensivas, o chamado outcoaching que Zimmer costuma empregar contra as equipes adversárias, os rotineiros e usuais ajustes feitos pelo técnico que estávamos habituados a ver no intervalo de jogo, não aconteceram nesta partida e muito embora o time tenha sido considerado “favorito” para vencer este jogo, aquela gana e vontade de jogar o Super Bowl em casa, que vimos ao longo da temporada e principalmente contra os Saints na última partida antes de enfrentar os Eagles, simplesmente não viajaram com o time para Philadelphia.


Após este jogo do dia 21 de janeiro, a “vitoriosa” e surpreendente campanha da equipe dos Vikings em 2017 termina, com um elenco recheado de promessas, historias e emoções que muito alegraram os torcedores em um ano cheio de controvérsias (sobre o QB do time) e dúvidas sobre seu desfecho. Terminar o ano com o segundo melhor histórico da franquia em temporada regular (13-3) é motivo de orgulho e esperança para o futuro e cabe agora arrumar a casa e preparar o time para uma nova temporada em 2018.

 

Destaque do Jogo: 

 

Jerick McKinnon: O RB foi a principal arma do time no ataque desta partida, anotando 10 corridas para 40 jardas e 11 recepções para 86 jardas. Com investidas convincentes e anotando primeiras descidas importantes para a manutenção do ataque em campo, o RB foi responsável pelo maior numero de snaps entre os RB’s do time e mostrou ser peça fundamental na engrenagem ofensiva da equipe.

 

Lideres dos Vikings no jogo:

 

Case Keenum: 28-48 / 271 jardas / 1 TD / 2 INT's
Jerick McKinnon: 10 corridas / 40 jardas
Jerick McKinnon: 11 recepções / 86 jardas
Anthony Harris: 7 tackles (6 solo) 

 

Compartilhar no Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

MVP – Minnesota Vikings Podcast 055 – Vikings NFL Draft 2019

02.05.2019

1/5
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Vikings FA é um site sobre o Minnesota Vikings em português sem qualquer vínculo com o time da NFL. Toda informação contida no site é de responsabilidade do criador deste ou, quando traduzido, do autor de determinado texto e não reflete qualquer opinião do Minnesota Vikings, da NFL, ou qualquer outro time da liga.

© 2017-2019 por VikingsFA.