Relatório: Jogo 14 Temporada Regular – Vikings 41 x 17 Dolphins

Salve galera e torcida do sangue roxo; "EU AMO UM HOMEM", esta é a ilustre frase da semana, oriunda da voz brasileira mais fanática e conhecida dos torcedores dos Vikings, Raphão Martins, isso porque temos um novo homem em Minnesota, capaz de mudar da água pro vinho o desempenho ofensivo deste time. Seu nome? Kevin Stefanski.

 

Calma VikingsFA, foi apenas 1 jogo, a defesa dos Dolphins esta longe de ser uma das melhores da NFL, tivemos alguns erros que precisam ser corrigidos no ataque, ok ok, tudo isso esta certo, mas uma temporada praticamente fadada ao agonizante fim, devido a inexistente produção ofensiva nos últimos jogos, agora tem um suspiro, que não apenas incendiou os mais de 65mil torcedores dos Vikings no US Bank Stadium neste domingo, como também trouxe de volta o time e suas esperanças de apresentar o futebol que todos os seus torcedores esperavam para 2018. Com esta empolgante nova cara ofensiva, iniciamos mais um Relatório VikingsFA.

 

 

Relatório VikingsFA: Jogo 14 Temporada Regular – Vikings 41 x 17 Dolphins

 

Pontuação do jogo:

 

1° Quarto

 

MIN      TD        S.Diggs 13 jardas, passe de K.Cousins (D.Bailey ponto extra) (11:40)

MIN      TD        D.Cook 13 jardas, corrida (D.Bailey ponto extra) (06:21)

MIN      TD        L.Murray 18 jardas, corrida (D.Bailey ponto extra) (01:32)

 

2° Quarto

 

MIA       TD        M.Fitzpatrick 50 jardas, interceptação retornada (J.Sanders ponto extra) (07:44)

MIA       FG        J.Sanders 25 jardas, Field Goal (00:14)

 

3° Quarto

 

MIA      TD        K.Ballage 75 jardas, corrida (J.Sanders ponto extra) (14:49)

MIN      FG        D.Bailey 36 jardas, Field Goal (08:40)

 

4° Quarto

 

MIN      FG        D.Bailey 34 jardas, Field Goal (13:01)

MIN      TD        A.Robinson 40 jardas, passe de K.Cousins (D.Bailey ponto extra) (09:54)

MIN      TD        D.Cook 21 jardas, corrida (D.Bailey ponto extra) (07:49)

 

 

BOAS NOTICIAS:

 

Dalvin Cook: Para os desacreditados, que achavam que Dalvin Cook era um jogador a ser esquecido, eis seu testamento. 19 corridas, 136 jardas, 2 TD's + 1 recepção, 27 jardas. Números mais que expressivos do RB neste domingo, que lhe concedem sua melhor partida como jogador profissional na NFL. Aceleração, giro em cima dos defensores, visão de campo, habilidade em quebrar tackles, Cook abriu seu repertório neste domingo e ajudou os Vikings a garantir o melhor número de jardas terrestres em 2018 (220 jardas). O que o bom e velho Zimmer vinha pedindo aconteceu, "run more the ball".

 

Tight End's: Outra galera que se beneficiou e muito com as novas chamadas ofensivas e teve papel importante neste domingo, foi o grupo de TE's dos Vikings. Coklin e Rudolph anotaram juntos 5 recepções para 76 jardas (Conklin foi o líder do time com 53 jardas aéreas), enquanto Morgan, foi fundamental no primeiro período, com 2 lindos bloqueios, limitando a linha defensiva dos Dolphins, de encostar nos RB's, durante os touchdowns do inicio do jogo. Um pouco do período de Shurmur como OC junto aos Vikings já aparecendo nesta primeira partida de Stefanski frente ao ataque.

 

Secundária: A grande novidade foi a ressurreição do ataque, sem dúvidas, mas a parte defensiva do time também fez bonito neste jogo contra Miami. 108 jardas aéreas totais, 0 recepções para Devante Parker, 1 recepção para Kenny Stills, 3 recepções para Danny Amendola, os principais recebedores da equipe dos Dolphins não tiveram chances contra a defesa dos Vikings neste embate, por falar em não ter chances....

 

Casa dos Sacks: Bem vindos a fantástica casa dos Sacks. Após anotar 10 sacks contra o time dos Lions na semana 9, neste domingo, semana 15 da NFL, o time de Minnesota não tomou conhecimento da linha ofensiva dos Dolphins e "amassou" 9 vezes o QB Tannehill. Com os números deste jogo já somados, o time hoje, possui nada mais, nada menos que 47 sacks na temporada, sendo OITO jogadores com 3 ou mais sacks (Smith, Hunter, Barr, Alexander, Weatherly, Griffen, Johnson, Richardson).

 

Anthony Barr: Não olhem agora, mas outro nome bastante questionado em Minnesota nesta temporada, tem feito A DIFERENÇA nesta equipe, desde que voltou de lesão. Anthony Barr anotou 2 sacks, 2 tackles for loss e liderou a equipe neste jogo com 7 tackles. Para os receosos e com dúvidas sobre a importância do jogador nesta defesa, Barr tem feito de tudo para provar seu valor no time e garantir tinta no papel em um possível novo contrato nesta intertemporada.

 

Marcus Sherels: CENTO E DEZESSEIS jardas! Outra apresentação impressionante no jogo deste domingo, foi o do nosso retornador de punts, Sherels. Em 5 tentativas de retorno, o jogador facilitou e muito, as investidas ofensivas dos Vikings, trazendo o inicio das campanhas em ótimas posições de campo. Uma destas corridas, QUASE virou um touchdown, fato este evitado por um excepcional último esforço do jogador dos Dolphins, que acertou um "tapinha" no tornozelo de Sherels, evitando o desfecho perfeito ao seu retorno.

 

 

NOTICIAS NÃO TÃO BOAS ASSIM:

 

Batalha de turnovers: Sem criar muito criticismo a esta partida fantástica de domingo, a batalha de turnovers foi algo não vencido pelo time contra a equipe de Miami. Alias, poderia ter sido algo muito pior, porém e graças aos 21 pontos iniciais no jogo, o time conseguiu manter o foco e não perder o equilíbrio no decorrer da partida, mas este turnover (interceptação retornada para touchdown) no inicio do segundo período, transformou o momentum do jogo em algo favorável aos Dolphins e colocou uma "pimentinha" em uma apresentação até então impecável do ataque dos Vikings.

 

Defesa jogo corrido: 156 jardas terrestres para a equipe de Miami. Ok, ok, metade destes números foram oriundos de 1 única jogada no inicio do segundo tempo, onde Richardson foi claramente segurado pela linha ofensiva dos Dolphins, sem marcação dos juízes. Mas, este é o segundo jogo seguido onde o time cede mais de 150 jardas terrestres a seus adversários. Olho nesta parte defensiva do time, já que as equipes de playoffs da NFC são perigosíssimas correndo com a bola.

 

 

DESTAQUE DA RODADA:

 

Kevin Stefanski: Aqui sim o grande divisor de águas dos Vikings neste dia dezesseis de dezembro de dois mil e dezoito. Kevin Stefanski roubou o show e deu vida nova para a franquia dos Wilf's. 41 pontos, 418 jardas totais, ataque balanceado, com um aumento de corridas para controle de relógio e domínio total dos playmakers, frente aos matchups apresentados pela defesa adversária. Tirar a carga do jogo aéreo, utilizar mais os "carregadores de piano" e envolver grandes alvos (TE's) no sistema ofensivo da equipe foi a grande mágica de Pat Shurmur em 2017, quando assumiu por completo o ataque do time e seu bom pupilo, chamando as jogadas ofensivas pela primeira vez em seus 13 anos de Minnesota Vikings, parece ter aprendido muito bem. Parabéns aos envolvidos e em especial ao novo OC do time, já que não apenas o ataque jogou muita bola neste domingo, mas o time como um todo sentiu a nova energia no ar e teve até aqui a melhor apresentação dos Vikings, entre ataque, defesa e time de especialistas.

 

 

Lideres dos Vikings no jogo:

 

Kirk Cousins: 14-21 / 215 jardas / 2 TD's / 1INT

Dalvin Cook: 19 corridas / 136 jardas / 2 TD's
Tyler Conklin: 2 recepções / 53 jardas

Anthony Barr: 7 tackles (5 solo) / 2 sacks / 2 tackle for loss

 

Highlights

 

 

Compartilhar no Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

MVP – Minnesota Vikings Podcast 055 – Vikings NFL Draft 2019

02.05.2019

1/5
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Vikings FA é um site sobre o Minnesota Vikings em português sem qualquer vínculo com o time da NFL. Toda informação contida no site é de responsabilidade do criador deste ou, quando traduzido, do autor de determinado texto e não reflete qualquer opinião do Minnesota Vikings, da NFL, ou qualquer outro time da liga.

© 2017-2019 por VikingsFA.