Seja o GM do VikingsFA - 3ª parte

Fala galera do sangue roxo, tudo ótimo, tudo certo com vocês? Como informado no post inicial, sobre os episódios de "Seja o GM do VikingsFA", para não perdermos o contato da torcida fanática e alucinada do Minnesota Vikings e começarmos a preparar nossas ideias para a temporada 2019, seguimos com o especial, onde trazemos um verdadeiro GM a frente deste elenco recheado de bons jogadores e muitas incertezas sobre o rumo do time, após uma temporada aquém do que todos esperávamos.

 

Neste terceiro “episodio” o General Manager de Minnesota será o velho conhecido da Vanguarda dos Vikings, André Negromonte. Polemico, inusitado, com seu terno de executivo e cabelo bem arrumado, o GM do VikingsFA listará abaixo seu plano de ação para a temporada 2019. (Reclamem, critiquem, comentem, será bacana ouvir as ideias e sugestões de todos os torcedores do time).

 

Trocas 2019

 

Xavier Rhodes <> Raiders 27º overall pick: É inevitável o momento em que a franquia precisará escolher entre permanecer com Rhodes ou renovar com Waynes. Por tratar-se do maior cap hit entre eles e de sofrer constantemente com lesões que, se por um lado não o tiram de muitas partidas, por outro, o faz perder preciosas drives em todos os jogos, Xavier Rhodes é trocado por um dos três picks do Raiders de first round. Um time com urgência por talento na defesa e com quase 70 milhões de cap garante um pro bowler dominante em vez de burilar um novo talento. O Vikings livra preciosos 13 milhões no cap e adquire capital no draft para repor partidas na free agency.

 

Kyle Rudolph + 178 overall pick <> Bengals 42 overall pick: Rudolph, na visão do GM, não produz em uma constância que faça por onde valer pouco mais de 7,5 mi de cap, nenhum deles garantido. Todavia, um Walter Payton Man Of The Year nominee merece ser tratado com dignidade e, em vez de simplesmente ser cortado, o Vikings o troca pela franquia de sua cidade natal, carente de TE's com o injury prone (termo usado para falar de um jogador que constantemente segue lesionado) Eifert virando Free Agent e necessitada de um splash no ataque.

 

Vikings 42 overall pick + 81 overall pick <> Patriots 32 overall pick: Ao fim do primeiro dia do draft, o Vikings retorna ao relógio – de olho em um ano extra no rookie contract – para selecionar seu segundo calouro de OL: Chris Lindstrom [Boston]. Apesar do custo um pouco alto (quem necessita paga mais), o Vikings consegue seu terceiro plug and play no primeiro dia do draft.

 

 

Free Agent 2019

 

Ryan Fitzpatrick: O GM crê piamente que um QB room necessita de um QB mais rodado na liga e que tenha capacidade de ganhar alguns jogos, caso seja acionado. Siemian (antigo backup) não era nenhum nem outro. Fitzpatrick preenche os requisitos e dá robustez à posição.

 

Latavius Murray <> Adrian Peterson: T-Train teve uma ótima passagem na franquia mas casou um cap hit de 5 milhões no último ano e, agora, almeja um papel mais preponderante em algum time carente da posição. Dalvin Cook é o dono do backfield e não dará o espaço que ele quer. Em contrapartida, All Day recebeu apenas 1 milhão no último ano e pode ser o contraponto ideal ao elusivo Cook nas jogadas de power run para poucas jardas e em red zone. AP volta para casa para ganhar seu primeiro anel e o primeiro da franquia.

 

Mike Remmers: Tal corte é uma soma óbvia de baixa produtividade com cap hit alto. Com a predisposição para fazer o que for necessário no draft para compor a nova OL titular, o Vikings decide cortar o veterano e salvar 4,5 mi de cap. Com a partida de Remmers, Rhodes e Rudolph, o Vikings economiza imediatamente gritantes 25.5 milhões de cap space.

 

Andrew Sendejo: Pelo seu estilo muito físico de jogo, Sendejo não tem conseguido jogar temporadas completas. Isto aliado à sua idade impossibilita a franquia de pagá-lo o equivalente a Patrick Chung [NE] e Antoine Bethea [ARI]. Ciente disso, Sendejo aceita um novo contrato de 6 milhões por dois anos, sendo apenas o primeiro ano garantido. O Vikings ganha imediatamente 2,5 mi em cap space e não perde outra peça da secundária, com a partida do seu CB1.

 

Everson Griffen: Em um movimento alto risco / alto prêmio, o GM chama à mesa de negociação o Sack Daddy. Após expor o apreço pelo seu esforço e seus números, contrabalanceados pela carência gritante de cap space, é posta na mesa, em um momento de recente instabilidade de saúde do jogador, uma reestruturação onde seu contrato é diminuído de valor mas é plenamente garantido: o primeiro de um jogador de defesa. 30 milhões pelos próximos três anos, divididos em quantidades iguais. Isto mantém Griffen no patamar de Cameron Heyward [PIT] e Jerry Hughes [Buf] e o dá tranquilidade para lidar com sua recuperação plena. Em contrapartida o Vikings mantém a melhor dupla de pass rushers da liga e economiza mais de 8 milhões no contrato.

 

Anthony Barr: Para balancear a perda de Rhodes via trade, o GM decide manter o core da defesa, renovando com Barr nos patamares de salário de Vontaze Burfict [CIN] e Nick Perry [GB]. 35 milhões são oferecidos por três anos de contrato, Barr testa a free agency mas acaba por aceitar a proposta inicial dos Vikings.

 

 

Draft 2019

 

Com todas as trocas listadas acima e uma sede absurda de renovação na linha ofensiva, os Vikings repetem a dose do draft de 2013 e selecionam 3 jogadores na primeira rodada.

 

Escolha Primeira Rodada 18°: Dalton Risner OT/OG, Universidade de Kansas State. Plug and play OL é extremamente necessário pro Vikings e Risner é capaz de começar do dia 1, após jogar 5 anos em Kansas ganhando prêmios individuais ano após anos e tendo uma ótima apresentação no Sr. Bowl de 2018/2019.

 

Escolha Primeira Rodada 27°: Dexter Lawrence DT, Inimaginável poder draftá-lo com os atuais picks do Vikings. Lawrence despenca no primeiro dia do draft por ter sido pego no teste de substâncias ilegais e vira o imediato substituto de Sheldon Richardson, com mais vigor físico e mais responsabilidade de gap do que o veterano agora FA.

 

Escolha Primeira Rodada 32°: Chris Lindstrom OT/OG, Outro OL é selecionado no primeiro dia, solidificando o elo fraco da franquia, tornando muito menos urgente a movimentação da franquia na free agency por titulares da OL.

Com todas as movimentações listadas acima, segue o elenco de 22 jogadores (*24 considerando os alternativos) titulares da equipe dos Vikings em 2019 (pelo GM André Negromonte)

 

 

Time Titular Ataque

19. Adam Thielen

89. David Morgan

71. Riley Reiff

R. Dalton Risner

65. Pat Eflein

R. Chris Lindstrom

75. Brian O'Neill

83. Tyler Conklin

14. Stefon Diggs

8. Kirk Cousins

33. Dalvin Cook

*30. C.J. Ham (como FB alternativo)

 

Time Titular Defesa

26. Trae Waynes

97. Everson Griffen

R. Dexter Lawrence

98. Linval Joseph

99. Danielle Hunter

20. Mackenzie Alexander

24. Holton Hill

55. Anthony Barr

54. Eric Kendricks

22. Harrison Smith

41. Anthony Harris

*50. Eric Wilson (como LB alternativo)

 

Jogadores em numeração amarela, recém chegados ao time do novo GM nesta temporada.

O grupo de jogadores reservas da equipe, posições como WR, LB, RB, que utilizam mais de 3 ou 4 jogadores em rotações, bem como o time de especialistas, ficaram de lado, para evitar um artigo muito extenso e com inúmeras possibilidades de escolhas de draft (que normalmente preenchem estas vagas na equipe) ou até mesmo uma quantidade elevada de transações na Free Angecy.

 

Espero que tenham gostado deste "episodio" dos VikingsFA e na próxima semana, traremos um novo GM, para dizer como seria seu Vikings em 2019.

Comentem, critiquem, deem sugestões, façam seu papel de torcedores e ajudem a equipe dos Vikings chegarem melhor em 2019 com suas opiniões!

 

Grande abraço a todos e SKOL VIKINGS!!!!

 

Compartilhar no Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

MVP – Minnesota Vikings Podcast 055 – Vikings NFL Draft 2019

02.05.2019

1/5
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Vikings FA é um site sobre o Minnesota Vikings em português sem qualquer vínculo com o time da NFL. Toda informação contida no site é de responsabilidade do criador deste ou, quando traduzido, do autor de determinado texto e não reflete qualquer opinião do Minnesota Vikings, da NFL, ou qualquer outro time da liga.

© 2017-2019 por VikingsFA.