Seja o GM do VikingsFA - 5ª parte

Fala galera do sangue roxo, tudo ótimo, tudo certo com vocês? Como informado no post inicial, sobre os episódios de "Seja o GM do VikingsFA", para não perdermos o contato da torcida fanática e alucinada do Minnesota Vikings e começarmos a preparar nossas ideias para a temporada 2019, seguimos com o especial, onde trazemos um verdadeiro GM a frente deste elenco recheado de bons jogadores e muitas incertezas sobre o rumo do time, após uma temporada aquém do que todos esperávamos.

 

Neste quinto “episodio” o General Manager de Minnesota será outro velho conhecido da Vanguarda dos Vikings, Leonardo Ludke. Conterrâneo das terras do sul e calculista nos movimentos, chega com seu terno de executivo e cabelo bem arrumado, o GM do VikingsFA listará abaixo seu plano de ação para a temporada 2019. (Reclamem, critiquem, comentem, será bacana ouvir as ideias e sugestões de todos os torcedores do time).

 

Após ficarmos por 1 jogo de distância do Super Bowl em 2017, tivemos uma offseason – principalmente na free agency – de dar hype em qualquer torcedor: Kirk Cousins, Sheldon Richardson, Iloka, renovações de Hunter, Kendricks e Diggs, e por aí em diante. Parecia que tudo que podíamos fazer para ir ainda mais longe e finalmente trazer o caneco pra Minnesota tinha sido feito, apesar de algumas decepções pelo Draft, não ter vindo com algum OL de interior. No entanto, os resultados não vieram e amargamos um 2018 sem playoffs e com o 2º menor espaço de cap de toda NFL: atualmente um pouco mais que $5 milhões.

 

Todas simulações foram feitas usando a ferramenta, estipulações, valores de mercado do Spotrac e o Draft pela plataforma da Fanspeak.

 

 

Trocas 2019

 

As trades tem como objetivo maximizar o elenco e ao mesmo tempo o cap room, para deixarmos cerca de $7mi para contratos dos rookies e fortalecermos algumas carências. Por isso, começamos trocando o algoz da torcida, Laquon Treadwell, para o Bills, desesperados por ajuda no corpo de recebedores, que, por isso, apostam na antiga escolha de 1ª rodada dos Vikings em troca de uma escolha de 6ª Rodada no Draft de 2020. Esse movimento, além da escolha extra para o ano seguinte, libera pouco mais de $1.8mi no cap.

 

Outra troca é a de Trae Waynes. Em último ano de contrato e com cap hit alto, cercado por Xavier Rhodes (que liberaria menos espaço se cortado/trocado fosse), o melhorado Mack Alexander e o nosso último 1st pick Mike Hughes, além de Holton Hill que deu conta do recado ano passado mesmo sem ter sido draftado, Waynes vira objeto de barganha para o Vikings que o manda para Oakland em troca do OG Kelechi Osemele. Essa movimentação faz sentido, pois o Vikings utiliza sua posição mais forte e com mais depth para reforçar sua área mais carente, apenas pagando $1mi a mais de cap, e para o Raiders, pois repete o mesmo cenário, só que ao contrário, além do que adquiria um jogador mais jovem e $1mi mais barato.

 

Com estes 2 moves, acrescentamos $800mil ao cap.

 

 

Cortes 2019

 

Mike Remmers – Libera $4,5mi no cap do OT que virou OG e já não terá mais espaço em nenhuma das duas posições, seja por ter sido passado no Depth por Brian O’Neill no extremo da linha ou por suas pífias atuações.

 

Andrew Sendejo – Libera $5.5mi no cap, jogador que já muito nos ajudou mas que será ultrapassado pelo mais jovem, barato e que o substitui muito bem quando este se lesionou na temporada passada, Anthony Harris.

 

Kyle Rudolph – Conforme reports, Rudolph não está disposto a renegociar contrato. Seu cap hit é alto ($7.7mi) e não teríamos Dead Money ao nos desfazermos dele. Uma forte classe de TE no Draft e contar já com David Morgan para os bloqueis e para o papel de TE2 no elenco deixam o time confortável ao se desfazer do antigo capitão.

 

Com estes 3 cortes, economizamos $17.7mi, totalizando até agora, $18.5mi + os $5.5mi que já tínhamos de espaço de cap inicial.

 

 

Renegociações

 

Everson Griffen – Apesar dos reports que Griffen não gostaria de reestruturar seu contrato, após ser tentando pelo time, sem sucesso, trocá-lo, e vindo de uma temporada em que desfalcou a equipe, viu sua ausência ser preenchida decentemente por Stephen Weatherly. Sendo líder, capitão e identificado com Minnesota, o nº 97 aceita reduzir seu salário de $11,7mi para $7,7mi, gerando uma economia de $4mi, fazendo com que agora tenhamos $28mi para trabalhar.

 

 

Free Agent 2019

 

Reservaremos $7mi para os calouros, assim, trabalharemos com $21mi nessa free agency.

 

Primeiro, as renovações (lembrando que Matt Wile e CJ Ham já renovaram):

 

Tom Johnson – Sem cap para renovar com Sheldon Richardson, o Vikings mantém o veterano por $1mi, enquanto testa se pode confiar a Jaleel Johnson e cia o lugar ao lado de Linval Joseph.

Aldrick Robinson – Renova por $900mil, para brigar pelo terceiro lugar no depth de recebedores.

Anthony Harris – Pegando a vaga de Sendejo, assina seu tender de RFA e retorna por $3mi.

 

Agora, os free-agents que chegam:

 

Matt Paradis – o Center de Denver, top da posição no mercado livre, chega para ajudar a solucionar o quebra cabeça no interior da linha. Assinando por valores similares aos que assinaram os últimos 3 C's com top valor, ele chega em Minneapolis por 3 anos, com média de $10mi ao ano (salário de top-3 da posição na NFL).

 

Brandon Marshall – o LB que deixa Denver após uma temporada lesionado assina por 1 ano, num “prove-it deal” com o Vikings, para batalhar pela titularidade e tentar voltar aos dias de LB elite da liga. $3.5 mi de salário.

 

Com isso, ainda teríamos pouco mais de $9mi de espaço no cap, para os calouros e eventuais renovações/free agentes baratos.


 

Draft 2019

 

Minnesota entra no draft com dois grandes problemas, a posição de OG e um DT para fazer dupla com Linval.

 

Escolha Primeira Rodada 18°: TJ Hockenson TE, Universidade de Iowa. O melhor TE do Draft é escolhido na posição #18 pelos Vikings, solidificando a dupla com David Morgan e dando uma boa arma a Kirk Cousins.

 

 

Com todas as movimentações listadas acima, segue o elenco de 22 jogadores (*24 considerando os alternativos) titulares da equipe dos Vikings em 2019 (pelo GM Leonardo Ludke).

 

 

Time Titular Ataque

19. Adam Thielen

89. David Morgan

71. Riley Reiff

70. Kelechi Osemele

61. Matt Paradis

65. Pat Elflein

75. Brian O'Neill

R. TJ Hockenson

14. Stefon Diggs

8. Kirk Cousins

33. Dalvin Cook

*30. C.J. Ham (como FB alternativo)

 

Time Titular Defesa

29. Xavier Rhodes

97. Everson Griffen

94. Jaleel Johson

98. Linval Joseph

99. Danielle Hunter

20. Mackenzie Alexander

21. Mike Hughes

54. Brandon Marshall

54. Eric Kendricks

22. Harrison Smith

41. Anthony Harris

*50. Eric Wilson (como LB alternativo)

 

Jogadores em numeração amarela, recém chegados ao time do novo GM nesta temporada.

O grupo de jogadores reservas da equipe, posições como WR, LB, RB, que utilizam mais de 3 ou 4 jogadores em rotações, bem como o time de especialistas, ficaram de lado, para evitar um artigo muito extenso e com inúmeras possibilidades de escolhas de draft (que normalmente preenchem estas vagas na equipe) ou até mesmo uma quantidade elevada de transações na Free Angecy.

 

Espero que tenham gostado deste "episodio" dos VikingsFA e na próxima semana, traremos um novo GM, para dizer como seria seu Vikings em 2019.

Comentem, critiquem, deem sugestões, façam seu papel de torcedores e ajudem a equipe dos Vikings chegarem melhor em 2019 com suas opiniões!

 

Grande abraço a todos e SKOL VIKINGS!!!!

 

Compartilhar no Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

MVP – Minnesota Vikings Podcast 055 – Vikings NFL Draft 2019

02.05.2019

1/5
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Vikings FA é um site sobre o Minnesota Vikings em português sem qualquer vínculo com o time da NFL. Toda informação contida no site é de responsabilidade do criador deste ou, quando traduzido, do autor de determinado texto e não reflete qualquer opinião do Minnesota Vikings, da NFL, ou qualquer outro time da liga.

© 2017-2019 por VikingsFA.